Adimplere

Afinal, o que a taxa de inadimplência significa para seu negócio?

O sucesso de uma empresa depende, além de outros fatores, da sua capacidade financeira para lidar com os gastos necessários para a manutenção do negócio. Para isso, um bom faturamento é fundamental. Contudo, a concessão de crédito aos clientes traz o risco de inadimplência, que, em altos índices, é prejudicial para o negócio.

Para entender o que a taxa de inadimplência significa para a sua empresa, continue a leitura deste post!

O que é a taxa de inadimplência?

Trata-se do percentual dos créditos que a empresa possui que estão em atraso. Normalmente são assim considerados aqueles com mais de 90 dias, e menos de 180 dias de atraso. Contudo, cada empresa deve definir o prazo mais adequado ao seu negócio.

Para descobrir o índice de inadimplentes é preciso somar os débitos pendentes no período considerado de inadimplência — no caso explicado mais de 90 dias — e dividir pelo total faturado dentro desse período.

Por exemplo, para saber a taxa do mês de agosto, é preciso descobrir o total de débitos pendentes e dividi-lo pelo total de pagamentos recebidos no período de inadimplência, que considerando os prazos citados, incluirá os meses de fevereiro, março e abril.

Assim, se no período a soma dos pagamentos emitidos foi de R$ 150.000,00, e a soma dos débitos pendentes foi R$ 3.000,00, o cálculo da taxa será o seguinte: 3.000 ÷ 150.000 = 0,02 (2%).

Ou seja, em agosto a taxa de inadimplência da empresa foi de 2%. O ideal é que esse número esteja sempre próximo a zero, pois altos índices de inadimplência podem trazer diversos problemas para a empresa.

Quais são os prejuízos essa taxa pode trazer para o negócio?

Um alto índice de inadimplência afeta diretamente o setor financeiro da empresa, trazendo diversos prejuízos. Saiba quais:

Desestruturação do planejamento financeiro

O primeiro impacto será no planejamento financeiro, principalmente se no momento de sua elaboração, o risco de inadimplência não tenha sido considerado. Com isso, investimentos e negociações podem ser afetados, prejudicando a continuidade do negócio.

Falta de recursos

Ao se deparar com a inadimplência, a empresa tem que lidar com a falta de recursos para manutenção do negócio, seja para a compra de produtos para o estoque, pagamento de serviços essenciais, como energia elétrica e serviços de telefonia, e, até mesmo, quitação das verbas salariais dos funcionários.

Atraso no pagamento de fornecedores

Com a falta de recursos, os pagamentos dos fornecedores e outros débitos da empresa podem ser prejudicados. Com isso, mesmo após a recuperação, os atrasos terão gerados multas e juros — aumentado o prejuízo —, além de afetar o crédito do empreendimento, o que pode comprometer os contratos com fornecedores e outras operações financeiras.

Como a empresa pode diminuir essa taxa?

Existem meios da empresa buscar a diminuição dessa taxa ou evitar o seu crescimento. Acompanhe:

Venda com nota fiscal

A nota fiscal comprova a relação entre o consumidor e a empresa, sendo um meio de prova fundamental para garantir o sucesso de uma ação de cobrança. Também é preciso lembrar que vender sem nota fiscal é ilegal.

Tenha um histórico dos clientes

Manter um cadastro dos clientes e o histórico de pagamento é uma ótima forma de evitar a inadimplência. Tenha um controle dos bons pagadores e maus pagadores. Dessa forma, na hora de vender a crédito novamente, é possível verificar esse histórico para analisar a viabilidade e o risco de negócio.

Incentive os pagamentos à vista e com cartão de crédito

Também é possível oferecer vantagens para o pagamento a vista e permitir o pagamento com cartão de crédito. Apesar das taxas cobradas nesse tipo de serviço, a empresa terá a garantia do recebimento dos valores, pois transferirá o risco de inadimplência para o banco.

Contrate uma empresa de cobrança

Contar com uma empresa especializada em cobrança pode ajudar a lidar com a inadimplência. Com experiência na recuperação de crédito, essas empresas sabem a hora de iniciar a cobrança, a melhor forma de cobrar os clientes e identificar o momento em que é preciso buscar a via judicial.

Agora que você já sabe o que é a taxa de inadimplência e como ela afeta o seu negócio, aproveite para descobrir como escolher uma empresa de cobrança!